O Casamento Grego, de Nia Vardalos

19 abr

greek-wedding21Nia Vardalos é uma atriz canadense filha de gregos que resolveu escrever uma história auto-biográfica para ser encenada no teatro.

Assim foi criado um dos filmes que eu não canso de assistir, My Big Fat Greek Wedding (O casamento Grego), que custou US$ 5 milhões e faturou mais de US$ 180 milhões.

Para mim, o filme tem um dos melhores roteiros que já vi. E os atores que fazem os familiares de Toula estão perfeitos.

A história é simples: Toula é uma moça nascida nos Estados Unidos, mas cuja família veio da Grécia, e é altamente exótica, com costumes do tipo assar um carneiro (inteiro) no espeto no jardim de casa, só permitir casamentos entre gregos, cuspir nos filhos para afastar mau olhado, se meter na vida e nos negócios uns dos outros, ou seja, uma família que é , por si só, um personagem: barulhento, bonachão e impagável.

Toula é diferente. Ela quer estudar, fazer faculdade (as mulheres gregas nao devem estudar, devem casar virgens com um grego e ter filhos) e, para terminar, se apaixona por um americano, Ian, filho único de uma família bem chique – e silenciosa – de advogados.

É também a história de uma mulher (Toula) que, aos 30 anos, ainda não havia começado a viver sua própria vida. E que, depois que começa a realizar seus sonhos, descobre a si mesma e encontra a felicidade.

Está feita a estrutura do filme, inspirado na história de Nia, que também contrariou a família para casar com um ator americano.

Cenas memoráveis:
1. Quando a tia de Toula expulsa duas mulheres do sofá para sentar lá com os pais do noivo, Ian. Expulsar alguém do sofá porque você quer sentar? Nao. Eu morro de rir.
2. Quando essa mesma tia de Toula (ela é ótima) começa a contar aos pais de Ian, que são muito chiques, a história do caroço que ela tinha no pescoço, e que na verdade era a sua irmã gêmea.  Muito bom.

Anúncios

Uma resposta to “O Casamento Grego, de Nia Vardalos”

Trackbacks/Pingbacks

  1. My life in Ruins: nova comédia romântica de Nia Vardalos « Meeeu Blog - maio 27, 2009

    […] mas foi reescrito por Nia, uma atriz e roteirista canadense de origem grega que escreveu o filme “O casamento grego” e o recente “Eu Odeio Dia dos Namorados”, que ainda está em cartaz em alguns […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: