Over her dead body, de Jeff Lowell

28 abr

over_her_dead_bodyEu não gosto de assistir a filmes dublados, mas  Over her dead body (“Nem por cima do meu cadáver”) eu fiz questão de assistir assim. Achei os diálogos muito rápidos, e enquanto eu estava terminando de ler a legenda – e olha que eu leio rápido – já tinha perdido a piada. Eu estava um milésimo de segundo atrás dos atores.

O filme conta a história de um veterinário (Henri) cuja autoritária noiva (Kate) morre no dia do casamento.

Ele entra em depressão e a sua irmã, para ajuda-lo, pede a uma vidente (Ashley), para que ela convença Henri de que Kate está mandando mensagens do alem dizendo para ele seguir em frente com a sua vida.

Tudo bem até que os dois se apaixonam e uma ciumenta Kate ressurge para separar os dois.

O roteiro é engraçado, mas não gostei muito do elenco – as mulheres parecem se importar mais com sua aparência do que com sua personagem, e os homens parecem não ter muita personalidade. Mas vale a pena assistir!

Uma coisa que percebi vendo esse filme foi que os diálogos de uma comedia são bem mais rápidos, com frases curtas e respostas tipo pingue-pongue.. Quando estou escrevendo um diálogo, noto que quanto mais rápidos eles são, mais interessantes e engraçados, mas às vezes eu mesma acho que essa rapidez toda pode tornar o diálogo meio irreal.

Assistindo a esse filme, vi que obter um ritmo adequado é complicado. Às vezes, eu sentia que o texto do dialogo estava muito bom, mas que era tudo tão rápido que eu só entendia um milésimo de segundo depois.

Perdia o timing e a piada nem era tão engraçada. Eu não conseguia me ligar aos personagens quando isso acontecia, era como se eles estivessem correndo e me deixando para trás. Daí a idéia de assisti-lo dublado.

O filme é escrito e dirigido por Jeff Lowell.

Cenas que gostei:
1. Quando Kate está falando com o anjo no céu.

2. Quando tentam colocar a cachorrinha Beatrice na mesa do veterinário (Henri).

3. Quando Ashley tenta explicar para a irmã de Henri por que não pode mais vê-lo.
“Eu posso explicar!”
“Não, acho que eu não posso explicar..”
Muito bom.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: