Arquivo | Curso de Roteiro de Hugo Moss RSS feed for this section

Os plot points de Esfera

12 maio

Movie_21_days-300 No Curso “O Roteiro de Cinema – Uma Introdução“, o roteirista Hugo Moss, fala sobre o livro “How to Write a Movie in 21 Days”, de Viki King, no qual ela descreve os pontos de virada, ou plot points.

Não sei se você percebeu, mas todo filme é mais ou menos assim: o personagem principal começa bem,depois de vinte minutos algo importante acontece, geralmente, ruim, depois melhora um pouco, e perto do final do filme a coisa complica novamente, e o personagem principal está perdido, cansado, morrendo de fome, desempregado, traído, ou coisa parecida, e então tem o fechamento, que pode ser um final feliz ou não.

Pois bem. Hugo Moss destaca: “No seu livro, a autora fala que filmes do mundo todo têm a mesma forma básica. Que filmes têm dois grandes momentos onde a história vira, ou algo importante ocorre, chamado pontos de virada em português, plot points em inglês. O primeiro ponto vem após uns 25 minutos de filme, o segundo após 85 minutos”.

Fui assistir a um filme – Esfera – para testar, assim como o Hugo Moss fez. E, surpresa! aos 20 min. de filme a música estava num crescendo, e aos 30 tínhamos um cadáver – o primeiro do filme – em cena.

Hugo explica que depois de 30 min. de filme, o público já está querendo que o filme “pegue fogo”, porque senão perde o interesse. A pipoca terminou, talvez até dê vontade de ir no banheiro, e a história tem que estar boa mesmo.

Continuei a assistir Esfera para chegar aos 85 minutos, e por volta daí, o personagem principal, interpretado por Dustin Hoffman, está f….. (lascado), a base militar estava semi-destruída, não tinha gas, o oxigênio ia acabar, a maioria da equipe estava morta, enfim. O fundo do poço.

Mas Esfera eu adoro porque é um filme cheio de surpresas, então a partir do primeiro plot point, o filme segura o ritmo até o final. Ele não segue “receita de bolo”, mas utiliza esse formato bem sucedido para criar um longa metragem.